Criança perde a vida com corda de balanço enrolada no pescoço!!! Alerta
Criança perde a vida com corda de balanço enrolada no pescoço!!! Alerta aos Pais e Avós!
13/04/2019 às 02:23

A NOTÍCIA QUE VOCÊ VAI LER AGORA ACONTECEU NO ESTADO DE GOIÁS E CHOCOU ALÉM DE TODO O ESTADO, TAMBÉM CHOCOU O BRASIL.

É de suma importância para todos os pais e avós que observem atentamente seus filhos e netos brincando pois a dor que essa família está passando é muito grande para que outros devam passar também, então muito cuidado com nossas crianças, vamos ficar cada dia mais atento com nosso pequeninos.

TRISTE NOTÍCIA:MORRE MENINO QUE TEVE CORDA DE BALANÇO ENROLADA NO PESCOÇO ENQUANTO BRINCAVA

O estudante Rafael Rodrigues de Oliveira, de 8 anos, morreu ás 17h10 desta segunda-feira (11), em Goiânia, segundo parentes. A criança estava internada no Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) há quatro dias, desde que ficou com a corda de um balanço enrolada no pescoço enquanto brincava no quintal da casa da avó.”Meu bebê foi para os braços do Pai”, disse a mãe dele, Patrícia de Oliveira.

O garoto sofreu acidente na sexta-feira (08). De acordo com a avó da criança, a aposentada Maria Clara Fernandes, ele deve ter se enrolado na corda do balanço. Ele foi socorrido, mas, segundo os parentes, os médicos estimam que ele tenha ficado cerca de 20 minutos preso ao brinquedo.

Rafael foi socorrido e levado para o Cais do Jardim Guanabara e, em seguida, transferido para o Hugol. Desde que deu entrada na unidade de saúde, a criança esteve internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A avó da criança já havia dito, nesta manhã, que os médicos ja estavam sem esperanças de que o menino vinhece a se recuperar.

A avó contou que o balanço era um brinquedo improvisado, feito com uma corda e um cabo de vassoura. Maria Clara lembra que Rafael havia tirado o cabo de vassoura da corda e estava brincando de enrolar nela.

“Penso que ele rodou na corda, a corda deixou ele tonto e no que ele passou a corda, ele deve ter passado no mínimo umas duas no pescoço. Não é possível, para acontecer isso… Só pode ter sido dessa forma. Ele estava caído, não estava lá em cima não, estava no chão”.

Deixe seu comentário