Pastor da Assembleia de Deus que autorizou casamento gay

Pastor da Assembleia de Deus que autorizou casamento gay A Igreja Assembleia de Deus Ministério de Madureira, se viu envolvida em um novo escândalo, isso porque, um pastor presidente do campo de uma cidade no interior de Minas Gerais.

Autorizou a celebração de um casamento de dois casais homossexuais, em uma cerimônia coletiva que ocorreu na cidade.

Nelquiades Fernandes, escalou o pastor José Mauro, para participar da cerimônia ecumênica, que reuniu representantes espiritas e um padre católico.

Resultado de imagem para casamento gay
Pastor da Assembleia de Deus que autorizou casamento gay

Para celebrar o matrimônio de 86 casais, na cidade de Cataguazes, na zona da mata do estado.

Os dois casais homossexuais estavam entre os 86 casais, e foram igualmente abençoados pelo pastor, que naturalmente sabia que os homossexuais estavam entre os candidatos ao casamento.

A imprensa local já havia divulgado amplamente a realização desse casamento, e enfatizando a celebração inédita no município, de um casamento homoafetivo.

Nelquiades, presidente da Assembleia de Deus local, também é candidato a deputado federal e alegou que o caso teria se tratado de uma armadilha, para prejudicar sua campanha.

Em virtude de um casamento comunitário na cidade de Cataguases-MG, um obreiro da Igreja foi convidado a participar do evento, assim como várias outras autoridades eclesiásticas.

A seleção dos postulantes ao casamento é feita pelo órgão público, não havendo qualquer intervenção de terceiros.

A presença do obreiro teve o objetivo de abençoar os casais que se uniram conforme os preceitos e ordenanças das Sagradas Escrituras:

“Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne.” Gn 2.24.

Deus abençoe a todas e que as Bênçãos do Senhor estejam sobre todos aqueles que andam em obediência a sua Palavra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome