Suicídio de mulher que denunciou João de Deus comove famosas

Antes de acabar com a própria vida, ela deixou mensagem nas redes sociais

morte de Sabrina Bittencourt, uma das mulheres que liderava o movimento de denúncias contra o médium João de Deus, está comovendo as redes sociais.

A partida da ativista foi confirmada pela ONG Vitimas Unidas, da qual ela fazia parte.

“A ativista cometeu suicídio e deixou uma carta de despedida relatando os porquês de tirar sua própria vida. Pedimos a todos que não tentem entrar em contato com nenhum integrante da família, preservando-os de perguntas que sejam dolorosas neste momento tão difícil. Dois dos três filhos de Sabrina ainda não sabem do ocorrido e o pai, Rafael Velasco, está tentando protegê-los. A luta de Sabrina jamais será esquecida e continuaremos, com a mesma garra, defendendo as minorias, principalmente as mulheres que são vítimas diárias do machismo”, diz a nota.

Após a confirmação, várias famosas publicaram homenagens para Sabrina Bittencourt.

“Estou com o coração dilacerado”, disse Patrícia Pillar. “Eu sou Sabrina Bittencourt”, disse a modelo Lea T.

Quem também prestou suas homenagens foi Fafá de Belém. “Sabrina foi importantíssima para trazer à tona o caso de João de Deus. Ela também ajudou a desmascarar mais 2 líderes religiosos e preparava um dossiê contra outros 13, que cometiam e/ou cometem os mesmos tipos de abuso contra mulheres vulneráveis. Mas Sabrina não aguentou. Ela lutou até onde conseguiu. Vivendo fora do país e se mudando constantemente por conta de ameaças, essa guerreira, que travou uma luta por todas nós e fez dessa luta a razão de sua vida, se foi na noite de ontem. Nós perdemos uma brava guerreira, mas seu legado é imenso e a luta continua, sem sua presença física, mas também por ela! Descanse, Sabrina. Obrigada por tudo”, escreveu.

Antes da morte, Sabrina deixou uma postagem nas redes sociais comovente. “Marielle me uno a ti. Eu fiz o que pude, até onde pude. Meu amor será eterno por todos vocês. Perdão por não aguentar, meus filhos.”. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *