Kleber Lucas parece estar cada vez mais próximo dos membros de religiões de matrizes africanas. Apesar de, obviamente, não frequentar os cultos e reuniões praticadas por essas religiões, o fato do cantor gospel defender a tolerância religiosa, e sofrer por conta disso, tem sido responsável pela construção desse respeito.

Em grupos criados para debates de assuntos voltados ao público gospel no Facebook, Kleber Lucas passou a ser citado como “babalorixá gospel”, de forma, claro, bastante pejorativa.

Enquanto isso, um perfil no Twitter, criado para divulgar pautas relacionadas ao Candomblé, tem acompanhado de perto a luta de Kleber Lucas ao se defender dos próprios cristãos, desde que participou da inauguração de um terreiro de candomblé, no final do ano passado.

Com quase 9 mil seguidores no Twitter, a conta @Candomblé, tem compartilhado todas as matérias sobre Kleber Lucas, relacionadas a essa causa da tolerância religiosa.

São dezenas de posts citando Kleber Lucas e recebendo bastante interação, mostrando que estão sendo solidários ao pastor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome