BBB19: Tiago Leifert comete gafe histórica e Globo é acusada de manipulação
BBB19: Tiago Leifert comete gafe histórica e Globo é acusada de manipulação
01/02/2019 às 13:11

Big Brother Brasil é sempre sinônimo de polêmica. Não passa uma edição sem que haja alguma situação ‘mega’ comentada.

Na noite desta quinta-feira (31) foi o dia da prova do líder na casa mais vigiada do Brasil. A baiana Carol Peixinho levou a liderança, tornando-a a nova líder da casa.

A jovem vendeu na prova dos banquinhos e ganhou além de imunidade, o direito de indicar uma pessoa para o próximo paredão.

A dinâmica da prova foi diferente da tradicional dança das cadeiras, onde toca se tem menos cadeiras do que participantes, nela havia, banquinhos para todos e para continuar na disputa o banquinho não poderia baixar.

Como avisado no início da prova, o primeiro eliminado da disputa dos banquinhos, ganharia o direito de indicar alguém para o próximo paredão, assim que a prova terminasse.

O primeiro a ser eliminado foi Alan, que ao poder fazer sua indicação, indicou Hariany depois que tudo terminou.

Após Alan sair da prova, a disputa prosseguiu-se. Como avisado aos telespectadores, o banco que daria a vitória ao novo (a) líder seria o banquinho de número 12. Na rodada final, ficaram apenas Hana e Carol Peixinho.

Após ficar as duas na final da prova, o apresentador Thiago Leifert chamou o intervalo e ao voltar, cometeu tamanha gafe que repercutiu e virou assunto nas redes sociais.

Ocorre que o apresentador anunciou o líder antes da disputa terminar. Ele afirmou que Carol Peixinho teria que escolher cinco pessoas para o quarto do líder. 

Ninguém entendeu nada, e quando a disputa voltou, Carol realmente ganhou a prova, ficando no banquinho 12 e Hana no 4.

Nas redes sociais, a emissora foi acusada de manipulação, e o apresentador foi duramente criticado pelos fãs do programa.

Deixe seu comentário