Um pastor evangélico foi acusado pelo genro, também pastor, de ter abusado da sua própria neta, uma criança que na época estava com cinco anos de idade.

O pastor, Rafael Sepúlveda, pai da criança,  na época do crime, ele era vice-presidente da Igreja Assembléia de Deus em Banco de Areia, em Mesquita – RJ.
O pastor Rafael contou , que seu sogro, o também pastor  e segundo na liderança da igreja, José Barreto de Mattos, havia molestado sua filha em um ato covarde e inescrupuloso.

No vídeo a seguir, você irá ouvir o relato do pastor Rafael Sepúlveda, que conta em detalhes como tudo teria acontecido.

Ouça:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome