Um garoto voltou à vida com profecias sinistras: haverá uma grande guerra e Jesus vai voltar

Um garoto voltou à vida com profecias sinistras: haverá uma grande guerra e Jesus vai voltar

11 fevereiro, 2018 1 Por Jovens Cristãos

Um menino israelense de 15 anos chamado Natan teve uma experiência de quase morte no dia 28 de setembro de 2015, porém seu caso voltou a ser investigado recentemente. Ao que parece, ele voltou à vida descrevendo certas profecias bíblicas sobre o fim dos tempos, nas quais são mencionados Obama e o ISIS, dentre outros. Em um vídeo publicado no YouTube, Natan fala para um jornal judeu ortodoxo em uma sinagoga em Israel, poucos dias depois de passar pelo terrível evento. Segundo o que é dito, ele relata sua compreensão do que foi revelado a ele no “outro mundo” durante os 15 minutos em que foi declarado clinicamente morto.

O rabino Rami Levy, que se sentou ao lado dele para ajuda-lo a contar sua história, afirma que Natan não estudou em uma escola religiosa judia e que não lhe foi ensinado nada do que está na Bíblia. Levy foi criado em uma família israelense secular e antirreligiosa e, em 1982, enquanto fazia o serviço de reserva militar, sobreviveu à Guerra do Líbano por um “milagre de intervenção divina”. Depois disso, se tornou religioso e se ordenou como rabino. A experiência de quase morte de Natan ocorreu na primeira noite do Sukkot, quando também ocorreu a última Lua de Sangue.

Na casa de seu tio, onde estava de férias, Natan começou a se sentir mal. Ele teve um temor repentino e sentiu frio nos braços e pernas; quando decidiu se deitar, viu sua alma saindo de seu corpo pelo seu nariz. Entre as diversas experiências espirituais vividas por Natan, o garoto fala sobre o Messias em pé no Monte das Oliveiras, determinando quem deve ser salvo. Ele descreve essa cena do futuro dizendo que “a montanha simplesmente se abre… se divide em duas”, embora não por um terremoto ou uma bomba atômica. Essa visão coincide com uma profecia de Zacarias que diz que esse mesmo lugar, localizado a leste da Cidade Velha de Jerusalém, vai se dividir e criar um vale.

Ao descrever as características do Messias, Natan disse: “O Messias é, antes de tudo, alguém que não pode pecar. Alguém que se arrependeu. Que não cometeu nenhuma transgressão. Agora, pode ser alguém que realmente conhecemos muito bem. Muita, muita gente o conhece, pelo que eu entendi. Mas todos ficarão muito, muito surpresos que ele seja, dentre todas as pessoas, o Messias”. Em outra parte do vídeo, Natan afirma que ele vai matar Gog, o líder da nação de Magog, um personagem crítico na guerra, que vai ser enterrado em Israel; essa afirmação coincide com outra profecia de Ezequiel.

Até o final do vídeo, Natan descreve o poder do Messias para discernir a santidade de uma pessoa. “Também vi que era o momento em que Har HaZitim (o Monte das Oliveiras) se divide em dois, o Messias se posicionará na entrada, mas ele não conseguirá ver quem é religioso, quem tem barba e quem é uma pessoa comum. O que ele vai ver é… como é a santidade de uma pessoa, olhará para cada pessoa, verá se ela tem santidade, se é pura, se obedeceu os mitzvot (os mandamentos de Deus), se realizou atos de bondade. Para ver se a pessoa realmente teme o Céu ou só os castigos, e coisas desse tipo”.

A ideia de que o Messias poderia discernir a retidão de caráter de uma pessoa se baseando em algo além de sua aparência física se reflete em uma profecia de Isaías, que descreve os dons do Messias, inclusive as capacidades para julgar sem depender do que seus olhos veem ou do que seus ouvidos ouvem. “E será animado pelo temor ao Senhor, e nem com a vista de seus olhos julgará, nem com o que seus ouvidos ouvirem castigará (Isaías 11:3). A publicação causou principalmente duas reações importantes: um assombro misturado com medo, e também uma grande incredulidade com negação.

Por exemplo, Susan Constantine, uma especialista em linguagem corporal de renome mundial, especializada na detecção de mentiras, que apareceu em programas de televisão e rádio tanto nos Estados Unidos como em outros países, decidiu analisar o vídeo a pedido de um cliente. Embora ela não seja especialista no conteúdo religioso judaico do testemunho de Natan, Constantine verificou a credibilidade de suas declarações dizendo: “Analisei o vídeo por completo e, segundo minha opinião profissional, Natan acredita sinceramente que fez uma visita aos céus e que está dizendo a verdade.”

É claro que também temos que lembrar que, embora Natan não esteja mentindo sobre seu testemunho, isso não significa que seja verdade, ou pelo menos é o que muitos internautas disseram. O vídeo em hebraico foi publicado pela primeira vez no início do mês de outubro, e tem a duração de quase 2 horas, enquanto que a legenda em inglês foi adicionada mais recentemente. Não há dúvida de que se trata de um debate particularmente difícil, levando em conta o assunto de que trata. Você acredita que ele realmente pôde ver tudo o que relatou? Qual a sua opinião sobre o que poderia significar essa vivência dele? Deixe a sua opinião nos comentários!

Crédito -> Para os Curiosos

Leave your vote

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comentários

Comentários